Em primeiro jogo na renomeada Neo Química Arena, Corinthians empata com o Botafogo

Agência Corinthians

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians


O Corinthians atuou pela primeira vez na sua casa com o novo nome. Na Neo Química Arena, o Alvinegro enfrentou o Botafogo pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2020. Dentro de campo, o Alvinegro empatou por 2 a 2 em sua renomeada Casa do Povo. Fagner e Jô anotaram os gols corinthianos. 

Timão escalado!
O técnico Tiago Nunes decidiu levar a campo um onze inicial com: Cássio (capitão); Fagner, Gil, Danilo Avelar e Lucas Piton; Camacho, Cantillo, Gustavo Silva, Araos e Ramiro; Jô. À disposição no banco de reservas, estavam: Walter, Michel, Gabriel, Otero, Bruno Méndez, Sidcley, Boselli, Léo Natel, Mateus Vital, Everaldo e Gabriel Pereira. O treinador não contou com o meia-atacante Luan, que sentiu um desconforto no treino desta sexta-feira (04) e foi retirado do confronto.

Bola em jogo!
O primeiro a trabalhar no jogo foi o goleiro Cássio. Aos três minutos, o Botafogo cobrou falta na área com Bruno Nazário cruzando da esquerda à meia altura. A bola passou direto sem desvios e o capitão do Timão espalmou para fora da área antes que Mateus Babi completasse na segunda trave. 

Apesar de começar o jogo trabalhando lá atrás, no primeiro lance de ataque o Timão conseguiu abrir o placar. Fagner cruzou da direita na área em profundidade. Gustavo Silva fechava para finalizar e foi derrubado por Marcelo Benevenuto, e o árbitro assinalou o pênalti. Na cobrança, Fagner chutou rasteiro no canto esquerdo do gol e fez 1 a 0.

Após abrir o placar, o Timão se soltou e começou a ganhar espaço no meio-campo. No entanto, sofreu o empate aos 21 minutos. Em cobrança da esquerda, Bruno Nazário chutou direto para o gol e surpreendeu Cássio, que até tentou desviar, mas a bola bateu no travessão e entrou.

Com o tento sofrido, o Timão precisou de algum tempo para se reorganizar e a partida ficou muito disputada, com faltas parando os lances ainda no meio-campo. Aos 44 minutos, Cássio trabalhou novamente. Bruno Nazário dominou na intermediária e chutou, e o Gigante encaixou com firmeza no centro do gol. Mesmo com três minutos de acréscimo assinalados pelo árbitro Rafael Traci, foi este o último lance de atenção na primeira etapa.

Segundo tempo
O técnico Tiago Nunes voltou para a segunda etapa promovendo a sua primeira alteração: Otero entrou no lugar de Cantillo, e Ramiro passou a atuar como volante no centro do campo. A primeira chance de gol veio aos quatro minutos. Araos deu drible de corpo na entrada da área pela esquerda e chutou com curva, e a bola passou perto do ângulo direito do gol.

A próxima chance de gol veio quatro minutos depois. Otero dominou na intermediária pela esquerda, driblou a marcação e chutou de longe, mas o goleiro Gatito Fernández defendeu. Em seguida, o comandante alvinegro fez nova mudança no time: Mateus Vital entrou no lugar de Araos.

O jogo seguiu bem disputado no meio-campo, mas o Timão avançava. Aos 18 minutos, Fagner recebeu livre na direita e cruzou. A zaga do Botafogo afastou, e na sobra Ramiro devolveu para a área de cabeça. Jô dominou dividindo com o zagueiro Marcelo Benevenuto, ajeitou o corpo e chutou de perna direita, mas a bola foi rasteira e bateu na trave esquerda do gol, saindo pelo lado oposto. Um minuto depois, Otero cobrou falta de longe com força, e Gatito quase colocou a bola para dentro do gol, mas defendeu em dois tempos. Aos 25 minutos, Tiago Nunes fez a sua terceira mudança no Timão: saiu Gustavo Silva, entrando Léo Natel em seu lugar. 

Cinco minutos depois, a equipe corinthiana ficou em desvantagem no placar. Em jogada rápida, Kalou tabelou na intermediária e recebeu entrando na área, chutou rasteiro no canto e fez o gol para o adversário. A resposta veio no minuto seguinte: Fagner recebeu na direita na intermediária e cruzou na área; Otero subiu de cabeça e mandou no canto direito do gol, empatando o marcador. No entanto, o juiz Rafael Traci chamou o VAR algum tempo depois, e anulou o tento corinthiano.

O Timão aumentou a pressão após ter o gol invalidado. Aos 39 minutos, Fagner cruzou na área e Danilo Avelar cabeceou firme, e Gatito espalmou para o lado. Aos 41, Léo Natel avançou pela direita e chutou rasteiro, mas a bola passou ao lado do gol. Um minuto depois, Tiago Nunes fez mais uma mudança: saiu Ramiro e entrou Boselli. Mas quem marcou o gol de empate foi Jô. Aos 48 minutos, Léo Natel fez jogada pela direita e cruzou rasteiro, e o camisa 77 empurrou para o gol, empatando o placar.

O árbitro, que havia dado seis minutos de acréscimo, assinalou mais um. No entanto, o Timão apertou no ataque, mas não houve tempo para a virada corinthiana.

Próximo jogo
Após a partida deste sábado, o Timão entra em campo na próxima quinta-feira (10). Também pelo Brasileirão, o Alvinegro terá o Derby contra o Palmeiras, válido pela nona rodada do torneio. O jogo será às 19h15, na Neo Química Arena.