Há cinco anos, Arena Corinthians se despedia da Copa do Mundo FIFA 2014

Agência Corinthians

Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images



Há cinco anos, no dia 09/07/2014, a Arena Corinthians recebia um jogo histórico. Após ser sede de cinco partidas na Copa do Mundo FIFA 2014, a casa corinthiana recebia a sexta partida e se despedia do torneio com a semifinal entre Holanda e Argentina, que duelaram em busca de uma vaga na decisão. O finalista foi decidido em um jogo emocionante que terminou com as penalidades.  


Holanda e Argentina iniciaram o jogo se estudando e, apesar de toda expectativa que se tinha no duelo, o primeiro tempo foi morno. Os argentinos chegaram com perigo ao gol apenas três vezes, enquanto os holandeses finalizaram uma única vez.  


Apesar da expectativa de melhora para o segundo tempo, o jogo continuou o mesmo. O primeiro grande lance da etapa complementar aconteceu aos 20 minutos, quando Higuaín recebeu cruzamento e chutou na rede pelo lado de fora levando os argentinos à loucura.  


Perto do fim do segundo tempo, os holandeses quase marcaram. Sneidjer deixou Robben em condição legal para marcar, porém, Mascherano foi mais rápido que o atacante holandês e conseguiu evitar o gol que garantiria a equipe na decisão da Copa do Mundo.  


A prorrogação começou com uma Holanda mais ofensiva e Robben era o jogador que levava mais perigo ao gol argentino. No entanto, os avanços holandeses não foram efetivos.  


No segundo tempo, a seleção europeia cansou e abriu espaço para que a Argentina tivesse duas boas oportunidades com Palacio e Messi, porém, também não foram suficientes para evitarem as cobranças de pênaltis. Nos pênaltis, Romero defendeu duas tentativas holandesas – de Vlaar e Sneidjer e se consagrou como o herói argentino.  


Com desempenho perfeito dos batedores, os argentinos fecharam a disputa de penalidades em 4 a 2 e fizeram a festa. Na Arena Corinthians, a Argentina finalmente encerrava um tabu de 24 anos e voltava à decisão de uma Copa do Mundo.