Há quatro anos, Arena Corinthians recebia disputa do bronze do futebol feminino na Rio-2016

Agência Corinthians

Foto: Ricardo Stuckert/CBF


Exatamente quatro anos atrás, no dia 19 de agosto de 2016, a Arena Corinthians recebia a sua última partida de futebol nos Jogos Olímpicos do Rio. Na disputa do bronze olímpico feminino, a Casa do Povo recebeu o confronto entre Brasil e Canadá. E dentro de campo, melhor para o time visitante, que venceu por 2 a 1 e subiu ao pódio. 

A Seleção Feminina havia vindo de duas prorrogações na fase mata-mata do torneio – incluindo o jogo contra a Suécia, que foi para os pênaltis com derrota brasileira. O saudoso técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, escalou uma equipe com: Bárbara; Fabiana, Rafaelle, Mônica e Tamires; Thaísa, Formiga e Marta; Andressa Alves, Cristiane e Beatriz. 

Cansado, o elenco sofreu com o físico desde o começo do jogo, mas manteve a posse de bola e a pressão, apoiadas por uma Arena lotada. No entanto, sofreu o primeiro gol aos 25 minutos, em contra-ataque do time canadense. Com a vantagem no placar, o time adversário apelou para as faltas duras para segurar o ímpeto das meninas do Brasil. 

No segundo tempo, Vadão tentou mudar o time colocando Debinha no lugar de Cristiane, mas a equipe sofreu o segundo gol logo aos sete minutos. A resposta do técnico brasileiro foi colocar em campo Érika e Poliana nas vagas de Tamires e Andressa Alves. Assim, a seleção feminina melhorou e diminuiu aos 33, em jogada de Érika e gol de Beatriz. No entanto, faltou tempo para o empate e o elenco nacional ficou em quarto lugar nos Jogos Rio-2016, naquela que foi a última partida de futebol que a Arena Corinthians sediou na Olimpíada.