Timão completará 200 jogos na Arena Corinthians contra o Ituano; Relembre momentos marcantes

Agência Corinthians

Neste domingo (15), o Corinthians recebe a equipe do Ituano, na Arena Corinthians, às 16h, em partida válida pela 10ª rodada do Paulistão. O jogo tem um peso especial por ser a partida de número 200 da Casa do Povo. Desde a inauguração do estádio, no dia 10 de maio de 2014, o Alvinegro possui um retrospecto bastante favorável. São 123 vitórias, 53 empates e 23 derrotas até aqui, o que resulta em um aproveitamento de 88,4%. Além disso, o Timão balançou as redes em 317 oportunidades, uma média de 1,59 gol por jogo.


Confira alguns dados e momentos marcantes do Timão na Arena:

Expulsão de Gabriel:  Corinthians 1x0 Palmeiras – Paulistão 2017

Um dos jogos mais marcantes da Arena Corinthians é o primeiro Derby do ano de 2017. Em jogo que, mesmo jogando em casa, o Corinthians não era considerado favorito, além de ser eleito por muitos como a quarta força do futebol Paulista. A partida começou agitada com jogadas perigosas para os dois lados. Na metade do primeiro tempo, o momento marcante do jogo se iniciou. Gabriel fez falta em Raphael Veiga e levou cartão amarelo. Vinte minutos depois, em contra-ataque puxado pela equipe do Palmeiras, Maycon puxa a camisa de Keno. O árbitro Thiago Duarte Peixto se equivocou e deu o cartão amarelo para Gabriel, o segundo do volante, o que ocasionou na sua expulsão. O fato gerou muita confusão no final da primeira etapa e o Alvinegro foi para o vestiário com a cabeça quente. Com um a menos na segunda etapa, o Timão optou por se defender e deixou o rival levar perigo em algumas bolas, que não foram definidas em gol. Aos 40 minutos, Jô entrou na vaga de Kazim e, após cobrança de escanteio do Palmeiras, a defesa do Timão afastou a bola na base do chutão. Maycon roubou a bola do jogador do Palmeiras e tocou para Jô. Na cara do gol, o centroavante bateu rasteiro e marcou o gol que deu a vitória para o Corinthians.

Foto: Agência Corinthians

Goleada contra o São Paulo: Corinthians 6x1 São Paulo – Brasileirão de 2015

Essa partida todo corinthiano lembra com facilidade. Após confirmar o título do Brasileirão na rodada anterior na partida contra o Vasco da Gama, em São Januário, o técnico Tite tinha como próxima partida o Majestoso. Seria o jogo para levantar a taça de campeão. A Fiel estava em festa do lado de dentro e fora da Arena, trazendo faixas e bandeiras de hexacampeão. A escalação da partida foi uma surpresa a todos, já que se tratava de um clássico. O Timão iniciou o jogo com mais da metade do time formado por reservas.

A partida começou equilibrada, mas a partir da metade da primeira etapa, o Timão dominou. Bruno Henrique, Romero e Edu Dracena marcaram os três primeiros gols. Após o intervalo, o Corinthians ampliou. Lucca, Romero (novamente) e Cristian fecharam o placar. Nesta partida, o goleiro Cássio também se destacou. Em pênalti batido por Alan Kardec, Cássio caiu no canto esquerdo para fazer a defesa. A partida acabou em 6 a 1 para o Alvinegro, com muita comemoração.

Esse jogo registrou um novo recorde de público na Arena, com 45.469 pessoas presentes na Arena. Além disso, o Timão se igualou ao Cruzeiro de 2014 como a melhor campanha da era dos pontos corridos, atingindo 80 pontos. O Corinthians ainda tinha mais duas partidas para disputar e conseguiu bater 81 pontos, se tornando o maior pontuador até o ano passado, quando o Flamengo superou a marca e atingiu 90 pontos.

Foto: Agência Corinthians

Maior público: Corinthians 2x1 São Paulo – Final Paulistão 2019 – 46.903 presentes

O jogo que teve o maior público até hoje na Arena foi a final do Paulistão de 2019, no Majestoso contra o São Paulo, no dia 21 de abril. No total foram 46.903 presentes, 46.481 pagantes e é um dos jogos que garantiram mais emoções ao torcedor corinthiano presente na Arena. O Timão saiu na frente, mas deixou o rival empatar nos acréscimos da etapa inicial. O restante do jogo foi muito nervoso. Até que aos 43 minutos da etapa complementar, Vagner Love recebeu belo lançamento de Sornoza e desempatou a partida para garantir o 30º título de Paulistão ao Alvinegro.

Foto: Agência Corinthians

Jogo da tranquilidade: Corinthians 3x2 Palmeiras – Brasileirão de 2017

Esse duelo colocava frente a frente o Timão, que era o líder do campeonato (59 pontos) e o terceiro colocado Palmeiras (54 pontos), em partida válida pela 32ª rodada do Brasileirão 2017. A equipe do Santos já tinha vencido na rodada e ocupava a segunda posição, com 56 pontos. O Alvinegro chegava ao clássico com a menor vantagem na liderança desde julho. Após um primeiro turno impecável com um grande período de invencibilidade, o Timão chegava pressionado para o jogo. O segundo turno não com o mesmo desempenho e muitos já ameaçavam o título do Corinthians.

O Timão começou o primeiro tempo fazendo o goleiro adversário trabalhar. Aos 27 minutos da primeira etapa, o paraguaio  Romero abriu o placar a favor do Alvinegro, que ampliou dois minutos depois, com Balbuena. O Palmeiras diminuiu logo em seguida, mas Jô evitou o nervosismo e ampliou de pênalti para o Timão. O primeiro tempo terminou 3x1 para a equipe alvinegra. O segundo tempo foi menos movimentado e a partida acabou em 3x2 para o Corinthians, que ficava seis pontos à frente do vice-líder. O jogo houve quebra de recorde de público na Arena. Foram 46.493 pessoas presentes.

Foto: Agência Corinthians

Maior goleada: Corinthians 6x0 Cobresal – Libertadores 2016

A maior goleada que o Corinthians já aplicou desde a inauguração da Arena foi em uma partida de Libertadores. Na noite do dia 26 de abril de 2016, o Alvinegro recebeu a equipe do Cobresal, do Chile. A partida era válida pela última rodada da fase de grupos. Já classificado para as oitavas de final, o técnico Tite optou por escalar uma equipe alternativa. O desempenho do time foi uma surpresa a todos.

O primeiro tempo acabou 4 a 0 para o Timão, com dois gols de Marlone, um de Romero e outro de Guilherme Arana. Já na segunda etapa, Elias, que entrou na vaga de Willians, e Romero, fecharam a goleada. Vale recordar que nesse jogo Marlone marcou um gol que concorreu ao prêmio Puskás de 2016, quando ele recebeu cruzamento de Edílson na entrada da área, dominou a bola de peito e sem deixar ela cair, aplicou um voleio.

Foto: Agência Corinthians

Jogador que mais atuou e defendeu pênalti: Cássio – 167 jogos e seis penalidades defendidas

No Corinthians desde 2012, o goleiro Cássio é um dos jogadores mais importantes da história do Timão. Além disso, ele é o atleta que mais atuou na história da Arena, com 167 jogos disputados e também o único a ter seis defesas de pênalti no estádio alvinegro.

O Gigante tem uma marca singular registrada na Casa do Povo: é o único goleiro da história do estádio a levantar três títulos como capitão. Em 2017, Cássio foi o líder das conquistas do Paulistão e Brasileirão. Já em 2019, o camisa 12 foi campeão novamente paulista.

Foto: Agência Corinthians 

Maior artilheiro: Ángel Romero – 27 gols

O maior artilheiro da história da Arena Corinthians é o paraguaio Ángel Romero, com 27 gols, seguido de Jô, com 17 e Guerrero, com 15. Romero chegou ao clube no ano de 2014 para reforçar a equipe na disputa do Brasileirão. O primeiro gol do paraguaio saiu na vitória por 3 a 0 sobre o Bahia, na Copa do Brasil de 2014. Romero acabou perdendo espaço na equipe titular e sequer era relacionado para os jogos no ano de 2015.

O jogador voltou a atuar com frequência na equipe titular no ano de 2016, após o desmanche do time campeão brasileiro de 2015. Romero foi muito importante para o Corinthians a partir do ano de 2016 até 2018 e deixou o clube em 2019. O paraguaio disputou 222 jogos e anotou 38 gols.

Foto: Agência Corinthians 

Maior renda: Corinthians 1x2 Cruzeiro – Final Copa do Brasil de 2018 – R$ R$5.108.151,00

A maior renda na história da Arena Corinthians foi na final da Copa do Brasil de 2018. O adversário era o Cruzeiro. A renda do jogo ficou em R$5.108.151,00  e um público total de 46.571 pessoas. O ingresso médio dessa partida ficou no valor de R$111,01. Esse é um jogo que fica lembrado de forma negativa na memória do torcedor corinthiano. No jogo de ida, o Corinthians perdeu por 1 a 0 e tinha a missão de virar o placar.

A Fiel lotou a Arena para empurrar a equipe durante os 90 minutos. Na metade do primeiro tempo, o Cruzeiro abriu o placar, o que dificultou mais ainda a vida do Timão, que empatou com Jadson, no início do segundo tempo. A partida ficou marcada pelo golaço que Pedrinho fez, mas logo depois foi anulado pelo árbitro com auxílio do VAR, alegando falta de Jadson em Dedé segundos antes de a bola balançar as redes. Dali em diante, o Corinthians conseguiu criar poucas oportunidades e ainda sofreu mais um gol, decretando o título para o adversário.

 

Foto: Agência Corinthians

Primeiro jogo com cinco gols: Corinthians 5x2 Goiás – Brasileirão 2014

O primeiro adversário em que o Alvinegro conseguiu marcar cinco gols foi o Goiás. O jogo era válido pelo Brasileirão de 2014. Olhando apenas o placar da partida, parece que foi um jogo tranquilo, mas não foi isso que aconteceu. O Timão ficou atrás do marcador duas vezes e apenas no final da partida transformou a angústia em goleada e conseguiu a virada com três gols de Luciano. O Timão alcançava a terceira posição do campeonato e se aproximava do líder Cruzeiro.

 

Foto: Agência Corinthians

Primeiro clássico: Corinthians 2x0 Palmeiras – Brasileirão 2014

O primeiro clássico do Timão na Arena foi contra o seu principal rival, o Palmeiras. A partida era válida pela 12ª rodada do Brasileirão 2014. O primeiro tempo da partida não proporcionou grandes emoções. O Timão ficou trocando passes, mas com pouca objetividade. O Alvinegro começou o segundo tempo com tudo. Logo aos seis minutos, Elias deu bela assistência para Guerrero abrir o placar. O restante do jogo foi o Corinthians em busca do segundo gol. Nos acréscimos, o Timão conseguiu fazer o segundo gol e fechar o placar.

 

Foto: Agência Corinthians

Primeiro jogo de Libertadores: Corinthians 4x0 Once Caldas – Libertadores 2015

Após ficar em quarto colocado no Brasileirão de 2014, o Timão conseguiu a classificação para a Pré-Libertadores de 2015. O momento de disputar a primeira partida internacional havia chegado. No dia 4 de fevereiro de 2015, o Corinthians recebeu a equipe do Once Caldas para o jogo de ida da fase preliminar.

A tensão para a partida era grande, mas aos 29 segundos do primeiro tempo, Emerson Sheik abriu o placar para o Alvinegro. O jogo parecia que ia ficar dramático, isso devido ao fato de que, aos 27 minutos da primeira etapa, Paolo Guerrero foi expulso. O Timão ficaria mais da metade da partida com um a menos.

Na segunda etapa, a equipe comandada pelo técnico Tite dominou as ações e fez mais três gols, com Felipe, que era um jogador que muitos tinham dúvidas, Elias, em bela troca de passes com Renato Augusto e Fagner, que mandou de cavadinha para as redes. A partida terminou 4x0 para o Corinthians para a felicidade da Fiel.

 

Foto: Agência Corinthians

100º gol: Jadson – Corinthians 2x1 Coritiba – Brasileirão 2015

O meia Jadson certamente é um jogador que está marcado na história da Arena. Além de ter marcado o primeiro gol do Corinthians no novo estádio, ele é o jogador que marcou o 100º gol da Arena. Na noite do dia 7 de novembro de 2015, o Alvinegro recebeu a equipe do Coritiba, que lutava contra o rebaixamento, na Arena. A Fiel considerava esse jogo como o “jogo do título”. Depois de atropelar o Atlético-MG na rodada passada, segundo colocado do campeonato, bastava uma vitória do Timão e torcer para o clube mineiro não bater o Figueirense.

A partida começou e, logo aos 15 minutos do primeiro tempo, Jadson cobrou pênalti rasteiro no canto direito do goleiro e marcou o gol de número 100 da Arena. O Coritiba conseguiu empatar a partida na segunda etapa. Parecia que o jogo terminaria empatado, mas Lucca saiu do banco para colocar o Corinthians novamente à frente e fazer 2 a 1. Ao fim da partida, a Fiel já soltava o grito de “É campeão!”. Nesse dia, a Arena registrou um dos recordes de público. Foram 44.015 pessoas presentes.

Foto: Agência Corinthians 

Primeiro amistoso:  Corinthians 3x0 Corinthian Casuals – 24 de janeiro de 2015

O clube que inspirou o grupo de operários a fundar o Sport Club Corinthians Paulista, no dia 1º de setembro de 1910, foi o Corinthian FC, equipe inglesa fundada em 1882. Anos mais tarde, se juntou com o Casuals, originando o Corinthian-Casuals Football Club, em 1939, nosso coirmão.

No dia 24 de janeiro de 2015, após 14 anos, o Corinthian-Casuals voltou ao Brasil para disputar um amistoso na Arena. Era o terceiro confronto da história entre as equipes.

A entrada em campo já foi repleta de homenagens. Os jogadores do Corinthian-Casuals entraram com uma faixa na cabeça para homenagear Sócrates, um dos maiores jogadores da história do Timão, que morreu em 2011. Em 1988, Sócrates enfrentou a equipe do Casuals e jogou pelas duas equipes. A partida acabou em 3 a 0 para o Timão, com gols de Luciano (2x) e Danilo.

Vale recordar a troca de uniformes entre Danilo e Byatt. O meia do Timão jogou alguns minutos pela equipe inglesa, enquanto Byatt curtiu um pouco do que é vestir a camisa alvinegra.

Foto: Agência Corinthians 

Títulos: Brasileiro 2015, Paulistão 2017, Brasileirão 2017, Paulistão 2018 e Paulistão 2019

Após a inauguração da Arena, o Corinthians conquistou alguns títulos, sendo eles dentro ou fora da sua casa. O primeiro foi o Brasileirão de 2015. O título foi confirmado fora de casa, em um empate por 1 a 1, contra o Vasco da Gama, em São Januário. O levantamento da taça ocorreu no jogo seguinte, na goleada por 6 a 1, no Majestoso, contra o São Paulo.

Dois anos depois, no ano de 2017, foi garantido o primeiro título dentro da Arena Corinthians, pelo Paulistão. O adversário era a Ponte Preta. Na ocasião, o Timão venceu o jogo de ida por 3 a 0, no Moisés Lucarelli e foi para o jogo de volta com tranquilidade. Na volta, que ocorreu na Arena, a partida começou com muita festa e confiança da Fiel devido ao bom placar garantido no primeiro jogo. A partida acabou em 1 a 1, com um placar agregado de 4 a 1 para o Timão.

Foto: Agência Corinthians

O ano de 2017 foi um ano de duas conquistas. Além do Paulistão, o Alvinegro conquistou o Brasileirão. Na noite do dia 15 de novembro, o Timão recebeu a equipe do Fluminense e precisava de uma vitória simples para conquistar o título daquele ano. O time começou tomando um susto logo no primeiro minuto de jogo e saiu perdendo, mas no início da segunda etapa, virou o jogo com dois gols de Jô. No final do jogo, o título foi sacramentado com o terceiro gol, marcado por Jadson. O Timão conquistava seu sétimo título brasileiro.

Foto: Agência Corinthians

Após perder o jogo de ida por 1 a 0 para o Palmeiras na final do Paulistão de 2018, o Corinthians tinha a dura missão de tentar reverter o resultado na casa do rival. E foi isso que aconteceu. No início da partida, Rodriguinho marcou para o Timão e a partida foi para os pênaltis, com o Alvinegro sendo superior e levantando o bicampeonato.

O último título conquistado até os dias atuais é o Paulistão 2019. O adversário era o São Paulo. O jogo de ida foi disputado no Morumbi e acabou em 0 a 0, deixando para tudo ser definido uma semana depois na Arena. No dia da partida, a festa da Fiel antes da bola rolar foi muito grande e o Timão venceu o jogo por 2 a 1. O Corinthians conquistava seu 30º título paulista.

Foto: Agência Corinthians